Amanhã, onde vamos?
S.A.M. 1943 Taberna & Degustaria

S.A.M. 1943 Taberna & Degustaria

Hoje, estamos aqui, para vos falar de uma experiência gastronómica que vivenciámos ontem. Uma experiência absolutamente incrível e que nos deixou impressionados. Tudo que vão ler é obviamente verdade (a nossa verdade, é claro), com base na nossa experiência e daquilo que sentimos com a mesma. Quem para nós cozinhou e quem nos atendeu nem sequer sabem que temos um Blog e se calhar nunca vão chegar a ler este nosso artigo.

Na passada sexta-feira, o Dani fez-me a famosa pergunta “Amanhã, onde vamos?. Não sei explicar muito bem o porquê, mas o que pensei foi “Vamos jantar a Vale de Cambra”. Foi o que me ocorreu, ainda que, não me recorde de ter jantado em Vale de Cambra anteriormente. Se tal aconteceu foi há tantos anos que não me recordo. Eu não conhecia restaurantes em Vale de Cambra, nem tinha em mente o nome de nenhum. Faço muitas pesquisas de locais a visitar (restaurantes incluídos) e por vezes há nomes que fixo para um dia mais tarde visitar. Não era o caso. Decidi então pesquisar restaurantes em Vale de Cambra. O primeiro que captou a minha atenção foi o S.A.M. 1943. Num primeiro momento, o que captou a minha atenção foi o nome. Depois foram algumas fotos do espaço. Um espaço pequeno, acolhedor, com uma luz bonita e cheio de detalhes antigos (algo que me fascina sempre). Só depois li alguns comentários de pessoas que já lá tinham ido. Há sempre quem adore, há sempre quem tenha algo de menos bom a dizer (e há pessoas que são ótimas a criticar tenham ou não as críticas fundamento). De um modo geral os comentários eram altamente positivos, e um ou outro menos positivo mas que não teve qualquer importância para mim. Estava decidido. Íamos jantar à Taberna S.A.M 1943 em Vale de Cambra. Decidimos ir cedo e sem reserva (mas aconselhamos a reserva, porque de facto o espaço é pequenino).

O S.A.M. 1943 Taberna & Degustaria está localizado em Coelhosa, Vale de Cambra, mais especificamente na Rua José António Martins. Na adega do avô paterno (Samuel António Martins) do proprietário nasceu esta bonita taberna que tem capacidade para acolher cerca de 30 pessoas.

Nas minhas pesquisas percebi que muitas pessoas tecem grandes elogios ao polvo à lagareiro mas optámos por pedir “Cachaço de porco preto confitado com cogumelos shiitake”. E o que dizer? Incrível. Divinal. De outro mundo. Assim que provámos, olhámos um para o outro e “isto é mesmo muito, muito bom”. Não consigo explicar-vos por palavras o sabor e textura desta carne. Só consigo dizer que foi das coisas mais incríveis que comi nos últimos anos. E o Dani diz exatamente o mesmo. Têm de provar para perceberem.

A ementa é reduzida, perfeitamente normal para um espaço pequeno. A qualidade, pelo menos do que pedimos é soberba. Não fixei o nome de todos os outros pratos disponíveis, mas sei que havia folhado de salmão e claro o polvo à lagareiro que estou ansiosa por provar. Espero voltar em breve e adicionar a este artigo fotografias do prato de polvo (enquanto não temos fotos do polvo, pesquisem na página de faceebook e vão perceber que pelas fotografias é altamente provável o polvo ser também incrível).

O “Cachaço de porco preto confitado com cogumelos shiitake” veio servido com arroz de tomate. Meia dose dá perfeitamente para duas pessoas (no nosso caso ainda sobrou). De sobremesa pedimos um Petit Gâteau com Gelado que também esta divinal. Durante o jantar só pensávamos em voltar (eu para comer o polvo à lagareiro e o Dani provavelmente para comer o folhado de salmão). E se queremos muito voltar é porque gostámos mesmo.

E preços? Querem saber, não é?

Entradas, meia dose do famoso “Cachaço de porco preto confitado com cogumelos shiitake”, uma água, um sumo, um Petit Gâteau com gelado e um café por 25,40€. Nada de especial, tendo em conta a qualidade/quantidade.

Quem gosta de vinhos (o que não é o nosso caso) terá nesta taberna uma vasta lista de opções.

Se visitarem em breve o S.A.M. 1943 partilhem connosco a vossa experiência. Nós vamos voltar… há um polvo à minha espera!

 

Junho de 2018

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Top