Amanhã, onde vamos?
2 anos de Leucemia

2 anos de Leucemia

20 de Abril.

2 anos.

Meu Trevo de Quatro Folhas,

Faz hoje dois anos que a palavra Leucemia entrava na tua vida. Na nossa vida. Para nunca mais sair. Faz hoje dois anos que o IPO do Porto deixava de ser um hospital desconhecido para se tornar um espaço demasiado familiar, um espaço que foi a tua casa durante muito tempo.

20 de Abril de 2016.
“Dani… tenho Leucemia. Tenho de ir daqui a pouco para o IPO e vou lá ficar 4 semanas. É só 4 semanas.” – disseste tu. Senti o mundo desabar. Após meses e meses de análises e mais análises com valores estranhos chegava assim o diagnóstico certo. Era óbvio que não irias curar uma Leucemia em 4 semanas. Mas achei que não valia a pena dizer-te isso naquele momento. Eu sabia que quando entrasses no IPO, rapidamente perceberias que lá terias de passar muitas e muitas semanas da tua vida e que este hospital passaria a fazer parte da tua vida. Não conseguíamos dizer nada. O medo era demasiado grande. Nessa noite chorei até não aguentar mais. Chorei até sentir que já não conseguia pensar. No dia seguinte, mal me conseguia mexer com tantas dores que sentia no corpo.

Começava a tua batalha. Que ainda não terminou. Provavelmente nunca terminará. O IPO do Porto continua a fazer parte da tua vida. Tens apenas a sorte de, por agora, já não precisares de lá dormir.

Ao longo destes dois anos, conhecemos muitas histórias, escutamos e partilhamos experiências. O pior de tudo, o mais doloroso, foi assistirmos à partida de algumas pessoas que tal como tu viveram muitos dias das suas vidas no Serviço de Onco-Hematologia do IPO. Não há justiça. Há sorte. E é triste estarmos muitas vezes dependentes de algo que não controlamos. A sorte.

A todos os profissionais do IPO do Porto, em especial àqueles que trabalham no Serviço de Onco-Hematologia muito Obrigada por tudo que fizeram pelo meu Dani. Irei sempre sentir-me Grata a todos vocês. Desejo-vos, sempre, o melhor do mundo.

A ti, Dani, continua a ter a força necessária para continuares este caminho que será longo, muito longo. Mas ainda bem que tens a possibilidade de o fazer. É isto que importa <3

 

3 Responses

  1. Será de certeza uma batalha ganha!
    Estamos cá todos para dar um empurrão no melhor sentido!
    Quem diria, dois anos!

  2. Bom texto, de uma contrariedade das tantas que a vida nos traz. Contado na primeira pessoa, com uma história sensibilizante, que vai ser feliz de certeza, porque é preciso responder à pergunta: E amanhã, onde vão? 🙂
    Parabéns pelo Blog!

    1. Boa Tarde José,

      Agradecemos o facto de nos seguir e de nos dirigir estas palavras bonitas. A vida vai sendo um dia de cada vez. Que tudo nos corra pelo melhor para que de facto possamos perguntar um ao outro vezes e vezes sem conta “Amanhã, onde vamos?” 🙂

      Para si, tudo de bom!
      Cumprimentos
      Daniela

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Back to Top